CID 10 - Classificação Internacional de Doenças, 10ª Revisão

Índice alfabético da CID-10: E

Esofagismo K22.4

Esofagite (infecciosa) (necrótica) (péptica) (pós-operatório) (aguda) (alcalina) (química) (crônica) K20

Eczema (vermelho) (agudo) (rachado) (escamoso) (crônico) (eritematoso) L30.9

Eclâmpsia, eclâmpsia (delírio) (coma) (com hipertensão precedendo ou associada à gravidez) (convulsões) ACE O15.9

  • - grávida O15.0
    • - efeito no feto ou recém-nascido P00.0
  • - durante o parto O15.1
  • - pós-parto O15.2
  • - não relacionado com gravidez ou parto R56.8

Extrassístole (ventricular) (atrial) I49.4

Extrofia (congênita)

Ectasia

Ektim L08.0

  • - L88 gangrenado
  • - infeccioso B08.0
  • - contagioso B08.0

Ectopia (congênita)

Ectrópio H02.1

  • - século (paralítico) (cicatricial) (espástico) (senil) H02.1
  • - uretra N36.3
  • - N86 cervical
    • - com menção de cervicite N72

Ecquilose R58

  • - no feto ou recém-nascido P54.5

Elastose

Eliptocitose (congênita) (hereditária) D58.1

Embolia (séptica) I74.9

  • - obstétrico (pulmonar) O88.2
  • - aorta I74.1
  • - artérias I74.9
    • - mesentérico (com gangrena) K55.0
  • - ar (qualquer localização) (traumático) T79.0
    • - após infusão, injeção ou transfusão T80.0
    • - durante a gravidez, parto ou no período pós-parto
  • - veia porta I81
  • - gorduroso (pulmonar) (cerebral) T79.1
    • - complicando a entrega O88.8
  • - pulmonar (artérias) (veias) i26.9
  • - múltiplos NKD I74.9
  • - cérebro I66.9
  • - artéria periférica CND I74.4
  • - veia hepática I82.0
  • - Piêmico (múltiplo) A41.9
    • - pneumococo A40.3
    • - pós-parto (causado por qualquer patógeno) O88.3
  • - veia cava I82.2
  • - acompanhando
    • - aborto (próximo episódio) O08.2
    • - gravidez ectópica ou molar O08.2

Patológico emocional F60.3

Empiema (tórax) (bilateral) (epifrênico) (pleura) J86.9

  • - seio maxilar (crônico) J32.0
  • - Cavidade maxilar (crônica) J32.0
  • - Vesícula biliar K81.0
  • - cérebro (qualquer departamento) G06.6
  • - com fístula J86.0
  • - processo mastoide (agudo) H70.0
  • - subaracnoide G06.2
  • - subdural G06.2
  • - seio esfenoidal (crônico) J32.3
  • - seio frontal (crônico) J32.1
  • - extradural G06.2
  • - seio etmoidal (crônico) J32.2

Enfisema (atrófico) (pulmão) (interlobar) (obstrutivo) (senil) (crônico) J43.9

Endarterite (bacteriana) (infecciosa) (subaguda) (séptica) I77.6

  • - cérebro, cerebral ou cerebrospinal I67.7
  • - obliterando I70.9
  • - embólica I74.9

Endocardite (valvular) (não bacteriana) (trombótica) (crônica) I38

  • - meningocócica A39.5 ​​+ I39.8 *
  • - aguda ou subaguda I33.9
  • - reumático (inativo) (crônico) I09.1
    • - ativa ou aguda (valva aórtica) (valva pulmonar) (valva mitral) (valva tricúspide) I01.1
      • --- com coréia (aguda) (reumática) (Sydenham) I02.0
  • - séptico (qualquer válvula) (aguda) (subaguda) I33.0

Endometriose N80.9

Endometrite (purulenta) (não específica) (séptico) N71.9

Endoftalmite (infecciosa) (metastática) (aguda) (subaguda) H44.0

Endocervicite N72

  • - devido ao dispositivo contraceptivo intrauterino T83.6

Enterite (diarréia) (hemorrágica) (aguda) (presumivelmente infecciosa) (séptico) (epidemia) A09

Enterobiose B80

Enterocolite A09

  • - hemorrágico (agudo) K55.0
  • - isquêmico K55.9
  • - necrosante em feto ou recém-nascido P77
  • - ulcerativa (crônica) K51.0

Enteropatia K63.9

  • - glúten K90.0
  • - associado à perda de proteína K90.4

Enterorragia K92.2

Enterostenose K56.6

Enterocele K46.9

  • - vagina (congênita) (adquirida) NKD N81.5

Entuzopatia do BDU M77.9

Enteropion do século (paralítico) (cicatricial) (espástica) (senil) H02.0

Enucleação ocular traumática (lesão atual) S05.7

Enurese BDU R32

  • - origem inorgânica F98.0
  • - R32 todas as noites
  • - funcional F98.0

Encefalite (hemorrágica) (idiopática) (falsa) (não-epidêmica) (subaguda) (crônica) G04.9

  • - purulento G04.8
  • - letárgico (infeccioso) (agudo) A85.8
  • - meningocócica A39.8 + G05.0 *
  • - pós-vacinação G04.0
  • - russo
    • - tipo primavera-verão (taiga) A84.0
    • - outono A83.0
  • - epidemia (viral) CND A86

Encefalomielite G04.9

  • - mialgico benigno G93.3

Encefalopatia (aguda) G93.4

Encefalocele Q01.9

Eosinofilia (alérgica) (hereditária) D72.1

  • - NKD pulmonar J82
  • - tropical (pulmão) J82

Ependimoma (maligno) (epitelial) (M9391 / 3)

  • - tipo anaplásico (M9392 / 3)
    • - localização não especificada C71.9

Epiglotite (aguda) J05.1

Epignatus Q89.4

Epidemia de Caxumba B26.9

Epidermólise bolhosa (congênita) Q81.9

Epididimite (não venérea) (residual) (aguda) (recorrente) N45.9

Epicondilite (cotovelo)

Epilepsia Epiléptica G40.9

  • - generalizada G40.3
  • - mioclônico G40.3
    • - progressivo (família) G40.3
  • - parcial (focal) G40.1
    • - secundário generalizado G40.1
    • - com desordem
      • --- memória e pensamento G40.2
      • --- Consciência G40.2
  • - parcial contínua G40.5
  • - psicomotor G40.2
  • - somatomotor G40.1
  • - status G41.9
  • - traumático (lesão não especificada)

Epiloya Q85.1

Episclerite H15.1

Epispadias (em mulheres) (em homens) Q64.0

Erysipyloid ( Naya ) A26.9

Eritema L53.9

Eritremia (aguda) (M9841 / 3) C94.0

  • - secundário D75.1
  • - crônica (M9842 / 3) C94.1

Eritroblastose (feto) (recém-nascido) P55.9

  • - devido
  • - fator AB0 (anticorpos do grupo sanguíneo) (isoimunização) (incompatibilidade dos grupos sanguíneos materno e fetal) P55.1
  • - Fator Rh (anticorpos) (isoimunização) (incompatibilidade do sangue materno e fetal) P55.0

Eritroderma L53.9

Eritroleucemia (M9840 / 3) C94.0

Erythroplasty mucosa oral K13.2

Erosão

  • - artérias I77.2
  • - dentes (idiopáticos) (profissionais) (associados a dieta ou vômito) K03.2
  • - córneas (não traumáticas) H16.0
  • - colo do útero (congênito) (adquirido) (crônico) N86

Equinococose (invasão) BDU B67.9

Busque em MKB-10

Pesquisa por texto:

Pesquisa pelo código ICD 10:

Pesquisa Alfabética

Na Rússia, a Classificação Internacional de Doenças da 10ª revisão ( CID-10 ) foi adotada como um documento regulatório único para explicar a incidência, as causas das chamadas públicas para instituições médicas de todos os departamentos, as causas da morte.

A CID-10 foi introduzida na prática de cuidados de saúde em todo o território da Federação Russa, em 1999, por ordem do Ministério da Saúde da Rússia, datada de 27 de maio de 1997. №170

A liberação de uma nova revisão ( ICD-11 ) está prevista para 2017.